Intolerância política pode se a causa para assassinato de Guarda Municipal em Foz do Iguaçu

Intolerância política pode se a causa para assassinato de Guarda Municipal em Foz do Iguaçu

Um Guarda Municipal foi morto a tiros por um agente penitenciário federal na própria festa de aniversário. O caso aconteceu neste sábado (9) em Foz do Iguaçu. O guarda municipal Marcelo Arruda era tesoureiro do PT e comemorava o aniversário de 50 com uma festa temática do partido dos trabalhadores, quando o agente federal Jorge Guaranho, declarado apoiador de Bolsonaro, invadiu o local e atirou. Marcelo conseguiu revidar, pois também estava armado. O aniversariante chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu. O atirador está internado em estado grave. A Segurança Pública fala em “intolerância política”. O caso segue em investigação. O guarda municipal estava na corporação há quase 30 anos, era casado e deixa quatro filhos./////

Motoristas que tentaram acessar o ferry-boat de Guaratuba, no litoral do Paraná, neste final de semana, enfrentaram uma fila de espera de cerca de duas horas. Alguns turistas afirmaram que chegaram a aguardar até quatro horas para conseguir fazer a travessia entre Matinhos e Guaratuba. A empresa que executa o serviço do ferry-boat disse que houve o registro de alto movimento de veículos e afirmou que as questões estruturais para a travessia estão funcionando normalmente.////

Uma operação da Polícia Ambiental do Paraná contra o tráfico de pássaros silvestres prendeu seis pessoas em seis cidades da região norte do estado. De acordo com a polícia, a ação faz parte da Operação Saturno e fiscalizou criadores amadores de pássaros em Rolândia, Jaguapitã, Prado Ferreira, Cornélio Procópio, Arapongas e Bandeirantes. Nos locais, os policiais emitiram seis autos de infração por irregularidades. Somadas, as multas totalizam R$ 48 mil. Foram 20 criadores fiscalizados, segundo a polícia.